ChatGPT torna links de fontes mais visíveis quando a ferramenta acessa a internet

Atualização exibe links de referência para as informações exibidas pelo ChatGPT; recurso facilita a descoberta de conteúdo e dá mais transparência quanto à fonte das informações

O ChatGPT está dando mais destaque aos links de páginas da web nas respostas. Ao buscar informações na internet, a IA agora exibe as fontes dos dados, em formato de citação, com links clicáveis para as páginas. 

Nas palavras da OpenAI, “isso dá mais contexto às respostas e torna mais simples para usuários descobrirem sites e criadores de conteúdo”

Até o momento, a atualização está disponível apenas para assinantes dos planos Plus, Team e Enterprise. Veja abaixo como funciona:

Qual o impacto em SEO?

Os principais impactos positivos estão relacionados com a transparência de informações e a facilidade de acessar conteúdo adicional. Torna-se mais simples revisar as informações apresentadas pelo ChatGPT e evitar aquelas frases que parecem corretas, mas são falsas. 

Além disso, é uma oportunidade de apresentar novos sites e informações mais aprofundadas. Basta clicar para ver páginas com conteúdo mais completo, diretamente na fonte original. Facilita o contato com marcas e pode até ser uma nova forma de apresentar produtos ou serviços.

Captura de tela do ChatGPT, mostrando uma mensagem recomendando experiências de jantar romântico em Dallas. Ela lista dois restaurantes: "Truluck's Ocean's Finest Seafood and Crab", destacado por seu menu americano e de steakhouse que inclui Macarrão com Lagosta & Queijo, e "The Old Warsaw", descrito como um lugar de elegância europeia com carnes premium e frutos do mar. Há links sublinhados com as etiquetas "Tripadvisor" e "Maze of Love", sugerindo leitura adicional ou informações relacionadas.

No entanto, ainda não está claro quais critérios ou padrões o ChatGPT usa para escolher os links que são exibidos nas consultas. Portanto, ainda não há estratégias para “se posicionar bem no ChatGPT”, ter maior visibilidade na ferramenta, ou qualquer coisa do tipo. 

No vídeo de demonstração, a busca é sobre restaurantes românticos na cidade de Dallas, no Texas. As referências são sites com alta autoridade, como o site de recomendações de viagens TripAdvisor, ou o serviço OpenTable para reservas de restaurantes. Sites locais também aparecem.

Outro impacto relevante é a atribuição de informações. O ChatGPT foi treinado com informações disponíveis na internet, mas não lista as fontes dos dados. Atualmente, lista apenas ao usar recursos de pesquisa na internet, como o Bing.

Durante o lançamento da IA, muitos criadores de conteúdo sentiram que ele “roubava” conteúdo, por entregar respostas sem dar o devido crédito.

Como tirar meu site do ChatGPT?

Se você não quiser que o seu site apareça no ChatGPT, nem seja usado para treinar os seus algoritmos, você pode adicionar uma diretiva “disallow” ao seu arquivo robots.txt.

O ChatGPT usa um rastreador para acessar as informações do site, chamado GPTBot. É um robô que acessa o conteúdo e armazena as informações. O Google também faz isso como parte do seu processo de indexação de páginas.

Segundo a documentação oficial do GPTBot (em tradução nossa):

Páginas rastreadas podem ser usadas para melhorar futuros modelos e são filtradas para remover fontes que requerem acesso com paywall, agregam dados pessoais identificáveis ou tenham textos que violam nossas políticas. Permitir que o GPTBot acesse o conteúdo do seu site pode ajudar modelos de IA a ficarem mais precisos e a melhorar suas capacidades e segurança gerais. 

A diretiva para impedir o rastreamento é:

User-agent: GPTBot

Disallow: /

O GPTBot virou notícia em 2023, quando grandes marcas bloquearam o rastreamento. Amazon, The New York Times e Reuters estavam na lista de empresas que proibiram acesso a conteúdos protegidos por direitos autorais.

Interação entre ChatGPT e mecanismos de busca

Outro possível impacto da atualização é o desenvolvimento de um mecanismo de busca dentro da OpenAI. 

Ainda é uma realidade distante, mas a empresa supostamente investe em soluções do tipo. As informações são do portal Gizmodo e foram publicadas em fevereiro de 2024.

Ainda não há dados concretos ou anúncios oficiais, mas destacar os links na pesquisa é um movimento na direção de conectar o ChatGPT a novas formas de usar a internet para pesquisar informações. 

Acesso sem login

Outra novidade é a possibilidade de usar o ChatGPT sem criar uma conta. Desde 1 de abril de 2024 basta acessar a página e começar a fazer perguntas ou dar instruções.

Esta versão ainda não tem os links mais visíveis. Não há previsão de a funcionalidade ser liberada nos planos gratuitos. 

__

Ficou curioso com a novidade? Você acha que o ChatGPT pode ser uma “vitrine” para as pessoas conhecerem novos sites?

Ainda é cedo para dizer – mas estamos de olho nas novidades! 

Acompanhe a SEO Happy Hour em nossa newsletter, podcast e no LinkedIn. Publicamos todas as novidades sobre Inteligência Artificial que podem impactar o mercado de SEO.

Comentários

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *