Google anuncia recursos para personalizar experiências de compra 

  • Elyson Gums

    Elyson Gums

  • Data de publicação da notícia.

    Atualizado em 28/03/2024

  • Tempo de leitura da notícia.

    5 min de leitura

Soluções exibem resultados personalizados no Google Shopping, com foco em itens de vestuário; novidades incluem geração de imagens com IA, avaliação de estilos e marcas favoritas

Em março, o Google divulgou quatro atualizações no Google Shopping. São ferramentas que exibem resultados personalizados na busca por produtos e tornam o processo de compra mais interativo. 

Segundo dados internos da big tech, mais de um bilhão de pessoas compram no Google Shopping diariamente. Há 45 bilhões de produtos cadastrados e dois bilhões de listagens são atualizadas a cada hora.

O objetivo geral das novas ferramentas é facilitar a busca por produtos específicos dentro de um catálogo tão numeroso. 

Por enquanto, as novidades estão disponíveis apenas nos Estados Unidos, nas categorias de vestuário, sapatos e acessórios. Ainda não está claro se elas terão aplicações em outros tipos de produtos no futuro.

Avaliação de estilos

A nova funcionalidade é um carrossel horizontal que aparece em algumas categorias de produto. No momento está disponível em dispositivos móveis e no aplicativo do Google.

Ao pesquisar itens de vestuários, como “camiseta polo masculina”, aparece uma seção de recomendações de estilo. O visitante poderá curtir ou marcar as recomendações com “não gostei” e verá resultados personalizados de acordo. 

A solução foi pensada em visitantes que ainda estão escolhendo qual produto comprar. Conforme a navegação continua, aparecem novas avaliações e novos conjuntos de produtos. 

O Google salvará estas informações para exibi-las nas próximas buscas, priorizando estilos e produtos com os quais a pessoa interagiu positivamente. 

Também será possível “excluir” estilos da lista de avaliações, no caso de curtir enganado ou mudar de ideia.

Veja abaixo como funciona:

Marcas favoritas

Agora os visitantes também podem ver listagens exclusivas de produtos de uma marca. Basta favoritá-las e selecionar a aba de “itens populares de suas marcas preferidas”. 

O recurso está disponível nos Estados Unidos para calçados, vestuário e sapatos, em buscas feitas por dispositivos móveis, desktop ou aplicativo do Google.

A funcionalidade foi anunciada inicialmente em 2022, como parte de uma série de atualizações de personalização no Google Shopping.

Veja como é a exibição:

Geração de imagens de produtos com Inteligência Artificial

Este recurso foi pensado para os visitantes que têm alguma ideia do que querem comprar, mas ainda não encontraram o item exato. 

Funciona assim:

  • Você digita uma descrição do produto, como “jaqueta colorida acolchoada feminina para a primavera”;
  • Pressiona o botão de gerar imagem;
  • Escolhe a opção que melhor representa o que você quer comprar;
  • O Google encontrará os produtos mais parecidos no catálogo.

A funcionalidade foi pensada porque cerca de 20% das buscas são por palavras-chave de cauda longa, com cinco ou mais palavras. O Google entende que, nestes casos, a pessoa abre o Google Shopping com uma ideia específica em mente. Também ajudará nos casos em que um produto pode ser descrito de maneiras diferentes.

No momento, está disponível em itens de vestuário, para pessoas dos Estados Unidos que têm acesso aos recursos de Experiência Generativa de Pesquisa (SGE).

Veja o recurso em ação:

Prova virtual de produtos

Por meio de Inteligência Artificial, agora é possível ver modelos usando as roupas que os visitantes estão pesquisando. 

Basta selecionar o ícone de “prova” para ver modelos com diversos tipos de corpo e cores de pele usando o produto. As imagens incluem detalhes como caimento, dobras e texturas. 

Segundo os testes do Google, as pessoas que usam o recurso estão mais propensas a finalizar a compra.

A prova virtual está disponível apenas nos Estados Unidos, em dispositivos móveis, desktop e app do Google. Um detalhe é que, por enquanto, a IA gera apenas imagens da parte de cima do corpo dos modelos. Ou seja, funciona para camisas ou casacos, mas não funciona para calças, bermudas ou sapatos. 

A novidade foi anunciada oficialmente em 2023, como parte dos esforços do Google para refinar experiências de compra por meio de Inteligência Artificial.

Veja abaixo como funciona:

__

Por aqui, estamos ansiosos para ver estas novidades funcionando no Brasil!

Continue acompanhando a SEO Happy Hour para saber quando elas ficarem disponíveis por aqui. Fazemos a cobertura das principais atualizações sobre os produtos Google também em nossa newsletter, podcast e no LinkedIn. Siga e não perca nada!

Comentários

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *