Seu tráfego caiu com o Helpful Content Update? Recuperação leva tempo, afirma Google

Porta-voz do Google explica que a recuperação acontece apenas quando o buscador se certifica de que um site investe em conteúdo útil

Danny Sullivan, porta-voz do Google, reforça que recuperar tráfego orgânico após a atualização de conteúdo útil é uma tarefa de longo prazo. Se o seu site foi afetado pela atualização de setembro de 2023, não há um prazo fixo para ver os acessos voltarem. 

O posicionamento é o mesmo da documentação oficial do sistema de conteúdo útil: o tráfego tende a retornar quando o Google identifica que o site realmente não publica conteúdo irrelevante. 

A discussão ganhou destaque no Twitter, em publicação da blogueira Morgan Overholt

Ela afirma que Danny Sullivan lhe disse pessoalmente que o tráfego voltaria em até duas semanas depois de fazer mudanças. E que, apesar disso, não viu nenhum site retomando os acessos.

O porta-voz então esclarece que, na verdade, nunca disse isso, e que seria incomum definir prazos específicos desta forma. E que o processo pode levar meses.

Segundo a documentação oficial do Google:

Uma pergunta natural que algumas pessoas podem fazer é quanto tempo demora para que um site tenha um desempenho melhor depois de remover conteúdo irrelevante. Talvez os sites identificados por esse sistema encontrem o indicador aplicado por alguns meses. Nosso classificador é executado continuamente, permitindo monitorar sites existentes e recém-lançados. Quando ele determinar que o conteúdo irrelevante não foi retornado no longo prazo, a classificação não vai ser mais aplicada.

Como funciona o sistema de conteúdo útil do Google?

Como o nome sugere, é uma forma de dar destaque para conteúdo relevante, escrito para pessoas, e não para os mecanismos de busca

O sistema recompensa conteúdo útil e reduz a visibilidade de conteúdo considerado irrelevante. 

Em síntese, funciona da seguinte maneira:

  • O Google tem classificadores automáticos, que usam um  modelo de aprendizado de máquina. 
  • Estes classificadores identificam conteúdo que parece ter pouco ou nenhum valor para as pessoas.
  • Este processo de avaliação é automático e contínuo. Ele é um dos vários indicadores que definem o que deve aparecer nas primeiras posições da pesquisa do Google.
  • O sistema gera um sinal para o Google, indicando quais sites postam conteúdo útil, e quais postam conteúdo irrelevante.
  • Sites com alto volume de conteúdo considerado irrelevante tendem a performar pior. E, quanto pior o conteúdo, mais forte o efeito do sinal.
  • Conteúdos produzidos por terceiros e hospedados no seu domínio também são levados em consideração pelo sistema.
  • A indicação é remover conteúdo que possa ser considerado inútil.

No Twitter, Danny Sullivan reforça que os classificadores automáticos do Google estão sempre rodando, mas marcam um site como útil apenas quando há esforço de longo prazo para melhorar o conteúdo. 

Na sequência da conversa, uma pessoa pergunta se é necessário esperar uma nova atualização do Google para ver resultados. Mas, este não é o caso: “se o classificador vê redução de conteúdo inútil, o site pode performar melhor a qualquer momento”, afirma Danny.

“Por exemplo: talvez alguém tenha feito uma mudança meses atrás. O classificador funciona até dizer: “oh, eu acho que esta é uma mudança de longo prazo”. E aí altera a classificação do site. Não é como se você precisasse esperar a próxima atualização do sistema de conteúdo útil. Atualizamos constantemente para torná-lo melhor, mas os acessos a sites podem melhorar independente disso”, conclui.

O que é a atualização de conteúdo útil?

O tópico central da discussão é o Helpful Content Update. É a atualização mais recente de conteúdo útil do Google, iniciada em 14 de setembro de 2023. O sistema já existe desde 2022. 

A atualização de 2023 abordou temas como criação de conteúdo por IA e regras para conteúdos de terceiros publicados em subdomínios do domínio principal.

Os objetivos foram melhorar a experiência dos visitantes e reduzir possibilidades de manipulação da pesquisa orgânica. 

A atualização foi considerada muito impactante. Sites de diversos segmentos relataram quedas bruscas em tráfego orgânico logo após a atualização. 

Veja alguns relatos no Twitter, em resposta aos tweets de Danny Sullivan:

“Ainda não vimos uma recuperação clara da atualização de setembro. Já faz cinco meses. Alguns de nós somos donos de sites tentando manter nossas equipes empregadas enquanto trabalhamos duro para atender às regras invisíveis, inconsistentes e aparentemente arbitrárias de conteúdo ‘útil’”.

“A pior atualização que vi de vocês. Simplesmente criem uma página que deixe as pessoas verem o que está sendo considerado irrelevante. Assim os donos dos sites podem corrigir esses problemas. ISSO seria útil!”

Nos casos de queda de desempenho das páginas, o Google recomenda fazer uma auditoria e eliminar conteúdo que possa ser considerado irrelevante.

O que é conteúdo útil para o Google?

São conteúdos feitos para pessoas, e não para ranquear bem no Google. Ou seja, têm públicos-alvos bem definidos e apresentam informações relevantes e confiáveis.

O Google tem um manual para a criação de conteúdo útil. Entre as principais indicações estão:

  • Fazer contribuições originais sobre um assunto;
  • Oferecer boa experiência na página;
  • Priorizar as necessidades e interesses das pessoas que estão lendo. 

__

E você, sofreu algum impacto com a atualização de conteúdo útil? Caso ainda não tenha conseguido recuperar seu tráfego, acompanhe nossos canais para aprender mais sobre SEO e virar o jogo. Inscreva-se na nossa newsletter, acompanhe nosso podcast sobre SEO e nos siga no Linkedin

Comentários

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *